logo_preserva



Associação de defesa do patrimônio histórico, arquitetônico,
cultural e paisagístico da cidade de São Paulo


l_home
l_quemsomos
l_estatut
l_tranparencia
l_participe
l_cadastro
l_contato
l_agenda


>> >> Informativo PreservaSP

Monumento a Ramos de Azevedo
Inaugurado em 1934
Criação de Galileo Emendabili

Galileo Emendabili partiu da Itália em 1923, tornando-se com auxilio da comunidade italiana aqui existente um dos nossos mais respeitados artistas. Suas obras estão espalhadas em São Paulo e sem exceção são considerados pontos turísticos da cidade paulistana. Seus trabalhos podem ser vistos em diversos mausoléus nos cemitérios da Consolação e São Paulo, em diversas praças, Obelisco do Ibirapuera, sua obra mais conhecida e, segundo os especialistas, seu trabalho escultórico mais impressionante: O monumento a Ramos de Azevedo. Com a morte do arquiteto ocorrida em 1928 várias homenagens foram realizadas em sua memória e coube a Galileio Emendabili a encomenda da que seria uma de suas maiores obras.


l_noticia

l_clipping

l_artigo


l_links
l_camisetas
l_exploracao
l_denuncia

 


A obra em estúdio com membros do Liceu de Artes e oficio.


O monumento visto do prédio da Pinacoteca, logo após sua montagem.


Solenidade de inauguração em 1934.


Inauguração por outro ãngulo tendo a direita a igreja de São Cristovão.

Inaugurado em 1934 o conjunto escultórico é uma homenagem ao progresso composto de granito e bronze com uma base retangular de 15 metros de comprimentos e 13 metros de largura e, contando com as esculturas, uma altura de 23 metros no seu total. As esculturas na base representam as artes: a Arquitetura, a Pintura, a Escultura e a Engenharia, juntamente com um grupo de trabalhadores na lateral sustentando o brasão da cidade Paulistana. Um pouco mais alto do nível da base uma imponente escultura do arquiteto lendo uma planta e pouco mais acima, colunas dóricas em granito sustentando a alegoria do Gênio montado em um cavalo alado segurando em uma das mãos a deusa grega Niké que personifica a Vitória. A base e as colunas são em granito e todas as figuras em bronze. Todo o conjunto que impressiona pelo tamanho e imponencia foi totalmente financiado por doações. Vencido o projeto e inaugurado seis anos após a morte do arquiteto o monumento permaneceu em frente a atual Pinacoteca do Estado até final dos anos 60 quando, devido a obras urbanisticas que posteriormente abrigaria o metrô, foi tranferido para a cidade universitária onde hoje se encontra.


Vista aérea da década de 1960.



Desmontagem para transferência no final dos anos de 1960 devido a obras de urbanização na região da Luz.


Atualmente na USP.


Bibliografia (pesquisa e fotos)
Pinacoteca do Estado de Sao Paulo. Monumetria. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2009.il. Exposição do Grupo Delenguaamano na Pinacoteca do Estado de São Paulo, de 7 de março a 31 de maio de 2009.

Leia mais... LAAMARALL / Blog do Luiz Amaral

Veja mais fotos...
PICASA/PRESERVASP

   
 
 


Associação Preserva São Paulo
Rua Senador Feijó, 30 - 6ºandar - sala 607 - Centro (Metrô Sé)
CEP:01006-000 - São Paulo - SP - Tel: 55 (0xx11) 3105-3053